Transferencia de embriones en yeguas receptoras anovulatorias

Citation data:

Revista de Medicina Veterinaria, ISSN: 0122-9354, Vol: 0, Issue: 33, Page: 137-147

Publication Year:
2017
Usage 352
Full Text Views 313
Abstract Views 39
Repository URL:
http://hdl.handle.net/10185/19275; https://revistas.lasalle.edu.co/index.php/mv/article/view/4061; http://repository.lasalle.edu.co/handle/10185/19275
DOI:
10.19052/mv.4061
Author(s):
Vallejo Aristizábal, Viviana Helena; Mogollón García, Henry David; Monteiro da Silva, Elisa Sant’anna; Dell’Aqua Junior, José Antônio
Publisher(s):
Universidad de la Salle; Universidad de La Salle; Universidad de La Salle. Revistas. Revista de Medicina Veterinaria.
Tags:
Anovulatory; acyclic; altrenogest; progestogens; progesterone.; Anovulatorias; acíclicas; altrenogest; progestágenos; progesterona.; Anovulatórias; acíclicas; altrenogest; progestágenos; progesterona.
article description
Resumo: Este artigo discute os principais aspectos do uso de protocolos hormonais baseados na aplicação de estrógeno seguido de progestágenos em receptoras anovulatórias o acíclicas, seja em anestro ou transição nos protocolos de transferência de embriões. A maioria das éguas apresentam comportamento poliéstrico estacional, com o que manifestam estro e ciclos ovulatórios nos períodos de maior luminosidade diária. O ciclo reprodutivo anual das éguas é caracterizado pela presença de quatro fases definidas pela dinâmica folicular: de anestro, de transição de primavera, ovulatória e de transição de outono. Durante as fases de transição e anestro, a incidência das ovulações diminui ou é nula, ou que dificulta a sincronização das ovulações entre doadoras e receptoras durante a preparação para a transferência de embriões. Alguns estudos mostram que as receptoras anovulatórias/acíclicas mantidas com protocolos com base em esteroides apresentam mudanças uterinas similares às que acontecem nas éguas gestantes. Contudo, não há pesquisas suficientes que permitam esclarecer o melhor protocolo de esteroides, no que se refere à dose, tempos de tratamento e vias de administração.