Traumatismos vasculares revisão de 5 anos

Publication Year:
2011
Usage 203
Downloads 133
Abstract Views 70
Repository URL:
http://hdl.handle.net/10400.4/1149
Author(s):
Antunes, LF; Baptista, A; Moreira, J; Pereira, R; Gonçalves, A; Anacleto, G; Alegrio, J; Fonseca, M; Gonçalves, O; Matos, A
Publisher(s):
Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular
Tags:
Procedimentos Cirúrgicos Vasculares; Doenças Vasculares
article description
O presente trabalho pretende avaliar a casuística dos traumatismos vasculares agudos admitidos no Serviço de Cirurgia Vascular dos Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC) durante o período de 5 anos, compreendido entre Julho de 2004 e Junho de 2009. Foram avaliados 97 doentes, sendo a principal causa de traumatismo as lesões iatrogénicas, seguida dos acidentes de viação. No grupo de doentes não relacionados com procedimentos coronários percutâneos verificou-se que no membro superior as artérias umeral e radial foram as mais afectadas, enquanto no membro inferior foram as artérias femoral superficial e poplítea. A isquémia aguda foi a principal forma de apresentação. Relativamente ao tratamento deste grupo de doentes, a RATT (ressecção e anastomose topo-topo) e o enxerto foram os mais utlizados no membro superior, enquanto a trombectomia e o bypass foram as técnicas mais aplicadas a nível do membro inferior. Não houve mortalidade mas a morbilidade foi elevada, predominando as lesões neurológicas nos traumatismos do membro superior, e a amputação nos do membro inferior. Os resultados deste trabalho foram concordantes com o que está publicado na literatura em que se demonstra um aumento progressivo dos traumatismos de origem iatrogénica.